Central de vendas 31 3615-1000 31 3615-1000

Encontre seu apê ideal

CHAT
ONLINE

Eu quero
meu apê

06 mar 2017

Nos últimos dois anos, o país viveu um cenário de crise e recessão intensas. Mas será que as projeções para o ano de 2017 continuam pessimistas? Saiba que a expectativa para o este ano é de que a economia recupere o crescimento positivo, e que isso repercutirá, inclusive, na taxa de juros para financiamentos imobiliários.

Para ajudá-lo a se decidir sobre a compra do seu imóvel, preparamos este post com as projeções para o mercado e para a taxa de juros em 2017. Confira:

Cenário econômico brasileiro

Os últimos dois anos foram bastante conturbados para o Brasil, sobretudo pela instabilidade política e pela transição de governo. De modo geral, setores da economia e da sociedade sofreram em virtude do ambiente de incertezas quanto ao que estava por vir.

O resultado desse cenário foi a retração da economia do país, que impactou diretamente na taxa de juros, que aumentou. Por isso, o acesso do consumidor a empréstimos e financiamentos tornou-se mais escasso e o lançamento de novos empreendimentos imobiliários foi bem mais tímido.

Expectativas para 2017

As reformas recentes levadas a cabo pelo Governo, como o teto para os gastos primários e a reforma da previdência, produzem confiabilidade no mercado e em investidores. Para o Fundo Monetário Internacional (FMI), isso demonstra que a administração está comprometida com a sustentabilidade fiscal e dá mais credibilidade ao país.

Os principais indicadores de que a economia está recuperando o fôlego podem ser vistos na tabela abaixo, que compara os anos de 2015 e 2016 com as projeções do mercado para 2017. Os valores referem-se ao período final de cada ano.

Indicador201520162017
Inflação10,67%6,52%4,70%
Taxa de juros14,25%13,75%11,00%
Produto Interno Bruto-3,84%-3,50%1,00%

 

Nesse cenário que evidencia a recuperação econômica, espera-se uma melhora substancial para o mercado imobiliário. Isso se deve ao fato de haver projeções de redução para a taxa básica de juros da economia, e também o controle do processo inflacionário.

Essas variáveis são benéficas ao consumidor que deseja comprar seu imóvel, uma vez que influencia a oferta de crédito e o acesso a financiamentos. Além disso, há expectativas para elevação do número de empregos e de redução da inadimplência.

A taxa de juros e a compra do imóvel

A previsão é de redução para a taxa básica de juros da economia (SELIC), mas como isso pode afetar a compra do seu imóvel?

Simplificando, a taxa de juros representa o valor pago a uma instituição para utilizar o dinheiro que ela disponibiliza a alguém. É por isso que ela é importante quando se fala sobre comprar um imóvel, pois sempre há cobrança de juros em financiamentos.

Taxas de juros para financiamentos cobradas pelas instituições financeiras

Os juros praticados no mercado são regulados pela SELIC, que representa a taxa de juros básica da economia. Ela serve como parâmetro para as taxas adotadas pelos bancos e instituições de modo geral.

Se vivemos um cenário de elevação dos juros, então a consequência é que o imóvel a ser comprado ficará mais caro para o consumidor. Além disso, também significa que as instituições financeiras vão observar uma retração na concessão de empréstimos. Esses são fatores que reduzem a demanda por imóveis no mercado.

Em um cenário alternativo, que é o previsto para 2017, com a progressiva redução da SELIC, o resultado é que os novos contratos de financiamento de imóveis se tornem melhores para o consumidor, inclusive com prestações mais em conta.

Por fim, nota-se que o próximo ano chegará com uma melhora na taxa de juros para financiamentos. Para que tudo dê certo, certifique-se de que as parcelas caibam no seu bolso e faça a aquisição em uma empresa de confiança e com solidez no mercado. Isso garante a sua satisfação e o processo corre sem complicações!

Está pensando em comprar o seu imóvel? Então, compartilhe com a gente nos comentários o que achou das dicas e o que tem feito para tornar este sonho realidade!

Posts Relacionados