Central de vendas 31 3615-1000 31 3615-1000

Encontre seu apê ideal

CHAT
ONLINE

Eu quero
meu apê

16 Maio 2017

Quando um casal decide se casar, essa vira apenas a primeira decisão de várias que estão por vir. Qual vai ser a data? Vamos comprar um apartamento? Onde vamos morar? Vamos fazer uma recepção? Se vocês já concordaram em fazer uma festa, não podem deixar de fora a mesa de doces.

Ao contrário de outros países, no Brasil a mesa de doces é um item muito apreciado e importante nos eventos. No casamento ela pode ser usada ainda para dar uma incrementada na decoração. Apesar de ser bem tradicional, muitos ainda cometem alguns erros ao montá-la.

Para ajudar, separamos sete dicas para montar uma mesa de doces bonita, gostosa e que ninguém vai colocar defeito.

1 – Decoração

Não basta separar um canto, um móvel e colocar os doces. A partir do momento em que você decide fazer a mesa de doces, ela passa a fazer parte da decoração do casamento, e cá entre nós, é um dos lugares que mais chama a atenção dos convidados. Por esse motivo, é importante analisar muito bem onde irá colocá-la e como será decorada.

A primeira coisa é pensar no tema do casamento. Se a decoração for rústica, a mesa de doces poderá ser com caixotes de madeira, por exemplo. Se for mais clássica, as bandejas, os suportes e as vasilhas de cristais caem como uma luva.

2 – Quantidade

Nada pior que chegar na mesa de doces e não encontrar nenhum lá para contar história, não é? Algo muito importante é encomendar a quantidade suficiente. Para ter uma festa farta e sem perigo de saia justa, o ideal é entre 5 e 7 doces por convidado. Vale destacar que o docinho normalmente faz mais sucesso que o bolo.

Um detalhe importante: se a quantidade de doces for maior do que a mesa suporta com uma disposição bonita, guarde alguns para fazer a reposição ou ser entregue pelos garçons.

3 – Variedade

Existem doces de todas as formas, jeitos, cores, gostos e ingredientes. São tantas variedades que ficamos até um pouco confusos com o que encomendar. É bem legal pegar aqueles doces novos e diferentes, mas não deixe de separar o espaço daqueles tradicionais. Os doces sem lactose e/ou fit também são boas opções.

Dica: se você tiver um doce de família que todos amam, não deixe de fazer. Essas pequenas receitas dão um toque muito especial no grande dia.

4 – Placas indicativas / tags

Você chega na mesa de doces e vê aquelas trufas lindas e confeitadas. Cada uma com uma aparência melhor do que a outra, mas quase nunca sabemos do que elas são feitas. Apesar de várias pessoas acharem uma perda de tempo, é importante colocar placas indicativas ou tags com os nomes ou sabores dos doces. É bom lembrar que existem pessoas alérgicas que não podem comer determinados alimentos, portanto essa indicação é fundamental.

5 – Que horas montar a mesa?

O ideal é montar a mesa o mais próximo possível do início da festa, para que os doces não fiquem muito tempo expostos e corram o risco de ficarem feios e murchos. Peça para a doceira e seus ajudantes auxiliarem na montagem, já que eles têm mais técnicas para mexer sem amassá-los.

 6 – Outras maneiras para oferecer os doces

Alguns noivos preferem não colocar uma mesa de doces. Para não deixar essa delícia sem lugar, existem diversas opções, como por exemplo a ilhas de doces, com bolos e/ou cascatas de chocolate. Você pode optar também por colocar um garçom ou animador andando com os doces com uma bike pelo salão, em cestas ou até mesmo em carrinhos.

7 – Doces como lembrancinhas

Não é só o bem-casado que entra na lista dos que podem ser usados como lembrancinhas. Alguns noivos separam caixinhas de doces para que os convidados possam levar no final da festa como um mimo. Nesse caso, lembre de aumentar a quantidade para que não falte durante a festa ou algum convidado fique sem a lembrancinha.

Tem outras dicas sobre a montagem da mesa de doces? Comente no post e compartilhe as suas ideias.

Posts Relacionados