Central de vendas 31 3615-1000 31 99807-0988

Encontre seu apê ideal

CHAT
ONLINE

Eu quero
meu apê

20 abr 2017

O convite de casamento é o primeiro contato que os convidados terão com a festa, é a confirmação de que a cerimônia irá acontecer. Existem vários modelos atualmente, desde os clássicos até os mais moderninhos, com diferentes materiais, letras e formatos.

O fato é que, independentemente do tipo de convite, o importante é imprimir a personalidade dos noivos na hora de convidar a todos para o grande dia. Seja qual for a escolha, três dicas básicas são importantes:

1ª: O ideal é que o convite seja entregue 40 dias antes da cerimônia, para que todos possam se organizar e participar, principalmente os que são de outra cidade. Então é fundamental ter planejamento e organizar tudo com antecedência. Comece pelo save the date, que é um aviso informal adiantando a data e o local do casamento. Envie-o de seis a três meses antes do casório e considere antecipar o prazo se tiver convidados em outra cidade.

: para definir a quantidade de convites para impressão, siga a regra  de um convite por família ou casal. É comum os noivos se confundirem e imprimirem a quantidade de convites por convidado. Desperdício não é legal!

3ª: É elegante que toda a papelaria da festa siga a mesma linha criativa. Caso o convite tenha detalhes em laranja e branco, por exemplo, essas cores também devem aparecer nos cardápios e nas tags. Da mesma forma, os convites precisam seguir o estilo da festa, seja ele tradicional, rústico ou moderno.

Fazendo o próprio convite de casamento

Há casais que preferem criar o próprio convite de casamento, o que não é tão difícil, já que a internet está aí com sua infinidade de recursos e referências. Apoiamos essa ideia e elaboramos um check list do que deve ser levado em consideração antes de colocar a mão na massa. Confira:

  • Tradicional ou moderno?

Nunca sai de moda o bom e tradicional branco retangular com apliques em rendas ou pérolas. Já os casais que fazem o estilo moderninho podem fugir do tradicional sem perder a elegância e o bom gosto que o casamento pede. Já pensou em um convite com uma caricatura dos noivos ou uma história em quadrinhos com o pedido de casamento?

 

 

  • Letra

Para a alegria de quem gosta de criação, existem diversos sites gratuitos que disponibilizam vários modelos de fontes para que cada palavra escrita seja linda e especial. As fontes no estilo “escrito à mão” estão bem em alta.

  • Texto

Algumas informações não podem faltar no convite, como o nome dos noivos e o local, data e horário da cerimônia. O restante fica a critério do casal inserir ou não. É comum, por exemplo, incluir frases ou trechos de músicas que marcaram a história dos dois.

  • Tamanho e formato

Com o texto do convite definido, o próximo passo é definir o tamanho. O casal pode brincar com os formatos, mas é importante não se esquecer da praticidade nessa hora. O formato escolhido não vai complicar muito na hora da impressão? É algo para se pensar.

 

  • Papel

Essa será uma decisão difícil e importante, pois dependendo do tipo de papel o convite terá uma ou outra aparência, mais ou menos valorizada. Entre os mais utilizados estão o kraft e o reciclado, ótimas opções para economizar. Para casamentos mais sofisticados, é indicado o papel com efeitos de pérola chamado aspen ou perolux.  De forma geral, é preciso levar em conta a gramatura do papel, que define a espessura/densidade dele. Para maior durabilidade do material, prefira os que tenham gramatura de no mínimo 200g.

  • Impressão e acabamento

Pensando na qualidade, o melhor mesmo é desenvolver a arte em casa e imprimir na gráfica, o que possibilita acabamentos interessantes, com cortes diferenciados e texturas localizadas. Um dos processos de impressão mais usados atualmente é o offset, ideal para grandes quantidades.

Ainda restou dúvidas, sobre como se planejar para escolha do seu convite de casamento? Deixe seu comentário!

Posts Relacionados